O Altamira está na reta final de preparação para disputar pela primeira vez a Série B do Campeonato Paraense. Fundado em 1973, a Onça só se profissionalizou este ano. Anter, o clube era filiado à Liga Esportiva Altamirense e disputava apenas competições amadoras da região do Xingu.

 

No elenco, alguns jogadores conhecidos como o goleiro Jefferson Capitão (ex-Independente de Tucuruí), os meias Thiago Balla (ex-Gavião) e Tairon (ex-Itupiranga) e o atacante Arian Taperaçu (ex-Bragantino-PA).

Porém, o destaque é para o volante experiente Balão Marabá, de 34 anos, que chega após conquistar o Campeonato Amapaense pelo Trem. O jogador tem passagens por equipes como Santos-AP, Águia de Marabá, São Francisco-PA, Penarol-AM, Paragominas e Imperatriz-MA.

Balão Marabá disputou o Parazão deste ano pelo Águia de Marabá — Foto: Lucas Sampaio
  • Goleiros: Jerffeson Capitão, Victor Jacundá, Igor Tossi e Geilson ;
  • Zagueiros: Kenedy, Thiago Silva, Hugo, José, Fernando e Werlisson;
  • Laterais: Rickelme Brito, André Luiz, David Filipe, Deyvisson Athirsson e Rubens Xipaia;
  • Volantes: Alexandre Anapú, Bellett Azevedo e Balão Marabá;
  • Meias: Roger Portela, Thiago Balla, Ítalo Juan, Ninno Boy, Henrique Maciel, Illgner, Tairon e Vicininho;
  • Atacantes: Lucas Santana, Diego Uruará, Kalil Wagner e Arian Taperaçu.

 

Para comandar o time, o Altamira contratou o treinador Anderson Pereira. Ele era auxiliar técnico de Wando no Itupiranga desde o acesso em 2019 até o Parazão deste ano. Ele ainda avalia, junto com a diretoria, novas contratações para o elenco.

A casa da Onça

O Altamira pretende levar os jogos como mandante no Estádio José Marino Bandeira de Matos, o Bandeirão. Segundo informações repassadas pelo clube, o local está apto para receber partidas da Segundinha. A capacidade total é de 5 mil torcedores.

A Onça está no Grupo A e estreia neste sábado, dia 16, às 15h30, contra o São Francisco-PA – ainda sem local definido. A chave ainda tem o São Raimundo-PA.

Estádio Bandeirão, em Altamira — Foto: Divulgação

Fonte: G1
Foto: Divulgação