Afastado depois de uma cirurgia no tornozelo, Felipe Melo agora vê o nome envolvido no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O volante do Palmeiras foi denunciado por agressão, em virtude de uma chave de braço aplicada em Léo Matos, do Vasco, na vitória por 1 a 0 pelo Brasileirão.

O ato de Felipe Melo entrou no artigo 254-A, que sentencia uma suspensão de quatro a 12 partidas em caso de condenação. O julgamento deve ocorrer na primeira semana de dezembro.

As imagens da transmissão serviram como base da denúncia, já que o árbitro da ocasião, Anderson Daronco, apenas advertiu Felipe Melo com uma conversa, antes da cobrança de um escanteio.

O tribunal também usou declarações de lutadores do UFC, dadas ao UOL, para reforçar a denúncia sobre Felipe Melo.

– Parece que ele (Felipe Melo) sabe o que está fazendo, sim. (…) É um golpe efetivo pra caramba – disse Glover Teixeira em trecho reproduzido pelo tribunal.

– Se ele (Melo) dá mais alavanca pra frente, ele poderia ter quebrado o braço do outro jogador. O cara (Matos) deve estar com o cotovelo dolorido porque um pouquinho mais poderia arrebentar os ligamentos, ser uma lesão mais grave. Mas o reflexo foi muito bom – afirmou Fabrício Werdum, em outro trecho retirado da nota do tribunal.

O volante e capitão palmeirense, contudo, já se encontra afastado por questões físicas: a fratura no tornozelo ocorrida justamente diante do Vasco vai tirar o jogador de ação por pelo menos três meses.

Fonte: G1
Foto: Reprodução/Instagram