A Prefeitura de Ilhabela (SP) liberou a ocupação da capacidade total de leitos em hospedagens. Os estabelecimentos na cidade podiam operar apenas com 70% da capacidade e o limite foi retirado em um decreto publicado nesta terça-feira (6). Apesar da liberação, a prefeitura informou que estuda medidas de restrição de turistas para evitar a superlotação da cidade (leia mais abaixo).

Depois de ter passado quatro meses fechada, sem o acesso a turistas pela balsa, a administração municipal havia liberado o funcionamento da rede hoteleira com atendimento limitado a 70% dos leitos em julho. Na terça-feira (7) a prefeitura decidiu derrubar a restrição, permitindo que os hotéis funcionem com a capacidade máxima.

De acordo com a secretaria de turismo, os estabelecimentos foram fiscalizados e os funcionários receberam treinamentos com responsáveis dos órgãos de saúde para a retomada. A medida é reflexo da alta na procura pela cidade como destino turístico. Segundo a secretaria, Bianca Colepicolo, desde a reabertura os hotéis trabalham com o limite da capacidade permitida e movimento de turismo contrasta com os do mesmo período de 2019.

“Setembro e outubro não fazem parte da nossa temporada, são meses de baixa. Ainda assim, estamos tendo movimento e muito além do esperado. A gente fez essa liberação para atender a demanda e ter uma recuperação desse setor, que sofreu muito com as restrições do distanciamento”, comentou.