Moradora da Comunidade Santa Rita de Cássia, no bairro do Uriboca, Marituba, Dona Maria Leocadia, 61 anos, trabalha no cultivo da terra há quase quatro décadas. Ela está animada com a chance ganhar um pouco mais, graças às sementes de milho especiais que acaba de receber da Prefeitura Municipal, por meio de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Agricultura, Aquicultura, Abastecimento e Pesca (Sedap) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater-Pará).

“Eu nunca havia plantado esse tipo de sementes. Isso vai ajudar bastante a minha família, principalmente agora, que estamos vivendo essa crise por causa do coronavírus. Minhas freguesas já até estão fazendo encomenda”, contou.

O projeto de distribuição de sementes especiais da Prefeitura de Marituba foi dividido em quatro etapas e já beneficiou 35 famílias de pequenos agricultores, que vivem em comunidades carentes do município. Cerca de 250 quilos de sementes, do tipo “BRS Sol da Manhã”, já foram entregues durante o mês de junho. Essa variedade é uma alternativa para o mercado por possuir grãos duros e alaranjados e adaptável em solos de baixa fertilidade natural, além de ser eficiente no uso de nitrogênio.

Segundo a engenheira agrônoma da Prefeitura de Marituba, Camila Silva, a seleção dos agricultores cadastrados é coordenada pela Sedap e Emater. “Os agricultores poderão usar o milho para venda, consumo próprio, fabricação de receitas e também na alimentação de animais”.

Presente no momento da entrega das sementes para os pequenos agricultores, o prefeito Mário Filho aproveitou para escutar as demandas da comunidade. “Este é um projeto que visa à garantia de renda e melhoria na qualidade de vida destas pessoas, além do incentivo ao setor agrícola”, afirmou.

Ele disse ainda que a Prefeitura de Marituba pretende beneficiar com projetos semelhantes muitas outras famílias de baixa renda, principalmente agora neste período de pandemia.

 

 

Fonte: Ascom PMM
Foto: Ascom PMM