A cidade de Marituba, na região metropolitana de Belém, já comemora uma taxa de 3% de ocupação de leitos com pacientes da covid 19, ou seja, do total de 79 leitos da rede municipal, apenas dois estão sendo usados para pacientes infectados pelo novo coronavírus. Outras 71 pessoas ainda estão em tratamento domiciliar, 10 casos ainda são investigados e mais de 400 pacientes estão curados.

Para a secretaria de saúde do município, essa é uma vitória conquistada como resultado de ações rápidas e eficientes no combate à pandemia, desde a implantação das tendas de triagem, da sanitização nas entradas dos hospitais e espaços públicos da cidade, até a aquisição das 20 cápsulas de ventilação, com respiradores portáteis.

Mesmo com o desempenho de maior sucesso no combate ao novo coronavírus entre os municípios da região metropolitana, o prefeito de Marituba, Mário Filho, acredita que não é hora de se descuidar “Precisamos continuar no combate ao vírus, por isso adquirimos novos equipamentos para garantir o atendimento da população”, informou.

A secretaria de saúde de Marituba recebeu na última semana mais 14 respiradores portáteis, 500 testes rápidos para a covid e 15 oxímetros, aparelhos usados para verificar a oxigenação dos pacientes. “Todos os equipamentos são para uso imediato e serão levados para o hospital municipal de Marituba”, explicou o secretário, Josué Pompeu.

A Isabela Maia é enfermeira na cidade e ficou feliz em receber os novos equipamentos, que segundo ela, reduzem o tempo de internação dos pacientes e diminuem o risco de contaminação para os profissionais da saúde.

Marituba tem quase 150 mil habitantes, está localizada a 22 km de Belém e fica às margens da rodovia BR 316. O vem e vai de carros, caminhões e visitantes é um dos motivos, que leva as autoridades municiais de saúde a continuar investindo para evitar uma segunda onda de infecção.

 

 

Fonte: Ascom PMM
Foto: Ascom PMM